sábado, 19 de fevereiro de 2011

Alemãs famosas e suas invenções...

As mulheres nem sempre puderam participar ativamente da vida científica. Apesar de todas as dificuldades, elas vêm ganhando cada vez mais espaço nesse meio. A seguir, destacamos as pesquisadoras alemãs que mais contribuíram para o desenvolvimento tecnológico.


Melitta Bentz e o filtro de papel

Para acabar definitivamente com o depósito de pó no fundo da xícara de café, Melitta Bentz inventou, no ano de 1908, o primeiro filtro de papel. Para isso, ela furou o fundo de uma panela de latão, criando, assim, uma espécie de funil, no qual ela colocou um folha de mata-borrão, retirada do caderno do seu filho. Logo surgiu o primeiro filtro de papel. Em seguida, Melitta notificou sua invenção ao registro imperial de patentes, e fundou, no mesmo ano, uma empresa com o seu nome.

A Física Maria Goeppert-Mayer

A física teuto-americana descobriu, em 1949, a explicação para os números mágicos, cuja importância é fundamental para a estabilidade do núcleo atômico, principalmente nos acoplamentos spin-órbita. Desenvolveu também um modelo de camadas nucleares e a teoria do emparelhamento nuclear. Em 1963, ganhou o Nobel de Física, juntamente com J. Hans D. Jensen, que descobriu a mesma explicação para estes números quase simultaneamente. Nos anos 40, colaborou no programa alemão de armas nucleares.  

Katharina Paulus e o pára-quedas

A primeira alemã a pilotar dirigíveis profissionalmente, Katharina Paulus anunciou, no ano de 1913, uma invenção incrível: o pára-quedas portátil. Ela dobrou um antigo pára-quedas e o colocou, juntamente com amarras, em um invólucro. Logo em seguida, surgiu o pára-quedas como o conhecemos atualmente. Após o salto, a embalagem se rompe e o pára-quedas é liberado. A invenção de Katharina ajudou a salvar a vida de muitos observadores de artilharia durante a Primeira Guerra Mundial. Por este motivo, ela foi agraciada com a Cruz de Honra ao Mérito por sua ajuda durante a guerra. Até hoje, o termo "gancho de Paulus" ("Paulushaken")  é significativo para os pára-quedistas.


                               Christiane Nüsslein-Volhard, ganhadora do Prêmio Nobel

A bióloga alemã é especialista em genética e biologia de desenvolvimento e chefia este setor do Instituto Max Planck em Tübingen desde 1985. Em 1995, ela recebeu o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia por suas pesquisas sobre o controle precoce do desenvolvimento embrionário.

                                           Caroline Lucretia Herschel e os cometas

Caroline Lucretia Herschel foi a primeira mulher a conseguir reconhecimento na área da Astronomia. Entre 1786 e 1797, ela descobriu oito cometas. Além de ter descoberto 14 nebulosas, identificou também mais de 100 corpos celestes. Além disso, iniciou um projeto de catalogação de constelações e nebulosas. Recebeu inumeráveis prêmios, entre os quais a medalha de ouro da Sociedade Astronômica Real, em 1828. Ela foi a única mulher na história a ter recebido esta condecoração.

O engajamento da princesa Teresa da Baviera

A princesa alemã Teresa da Baviera era etnóloga, zoóloga, botânica e escrevia sobre as observações feitas em suas viagens. Além de todas estas especializações, demonstrou, ainda, um forte engajamento político e sócio-caritativo. Procurou resolver problemas sociais e políticos no seu país e lutou por melhorias no sistema de formação e capacitação das mulheres alemãs.

                      Marga Faulstich, inventora das primeiras lentes de óculos

Marga Faulstich ficou conhecida no meio científico pela invenção das lentes leves de óculos com alto índice de reflexão. Óculos com altos graus de dioptria ficaram mais leves e melhoraram sua estética com esta descoberta. A inovação de Faulstrich foi premiada nos Estados Unidos em 1973 como uma das novidades técnicas mais signifativas do ano. Ela foi a primeira mulher a ocupar uma posição de liderança na empresa de vidros Schott, em Mainz. Faulstrich, que registrou aproximadamente 40 patentes, participou também do desenvolvimento de mais de 300 tipos de vidros ópticos.

A matemática Emmy Noether

A matemática alemã de descendência judaica é relembrada entre os fundadores da álgebra moderna. Graças à sua tese de doutorado, também chamada de "emaranhado de fórmulas" ("Formelgestrüpp") e "floresta de contas" ("Rechnerei"), contribuições importantes suas aparecem no campo da Matemática, como o teorema de normalização e a teoria de anéis e módulos que carregam o seu nome. O teorema de Noether se consolidou como um dos principais fundamentos da física no século 20.

     Mulheres: as cervejeiras mais talentosas
*
 Mas o que talvez seja novidade para muitos é que a profissão de cervejeiro era exercida exclusivamente por mulheres. Além disso, às mulheres que podiam fabricar uma boa cerveja e que dominavam as regras da cervejaria eram atribuídos poderes sobrenaturais. Antigamente, as receitas passavam de mãe para filha. Como a receita foi parar nas mãos dos homens permanece, até os dias atuais, um mistério.

Postado por: Sarah Elizabeth - 8 ano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário